Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

ALGODÂO DOCE

Algodão doce, algodão doce, algodão doce!!!!!!!!!!!!!
Meus olhos compridos devoravam a vontade
E todas as tardes
Algodão doce, algodão doce!!!!!!!!!!!
Vontade, saliva e olhos... comiam...

Aquela nuvenzinha doce, fora do meu alcance
Todos os dias, irresistível a me perseguir

Com o sabor nos olhos, na alma, cresci
- Algodão doce, algodão doce!!!!!!!!!!
Pelas ruas ouvi:
Cores dançavam diante dos meus olhos
A imagem viva na lembrança não esqueci


Me lambuzei tentei matar a vontade...
Adormecida... Senti o gosto de açúcar sem graça
Colorido...
No tempo, perdeu-se no labirinto da memória
O gosto escondido, adormecido
O doce sabor incomparável, sentido e não consumido
Da minha infância

Margot Carvalho