Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

AMOR DE OUTONO


O outono está pra chegar
O portão sem o trinco a porta encostada
É à hora de você por aqui passar

A música da saudade ressoa na penumbra
Passos na calçada... E eu a te esperar

Lençóis perfumados, toalhas trocadas...
Só falta você chegar e minha saudade aplacar
Corro a janela, vejo teu vulto passar
Ouço o portão bater
Meu coração dispara é a sua chegada, tão esperada

Nos minutos infindos... Espero atordoada
Acordo, corro a janela e no silêncio da madrugada...
Sinto teus passos, vejo teu vulto passar
E entre lençóis macios e quentes sinto teu corpo, teu cheiro
É a saudade! Que insiste em me torturar
Intensamente vivi um amor de outono
Que de abraços abertos vem sempre me visitar
Fujo da realidade, oculto de mim mesma o mal de amor
A intensa saudade
Que não me deixa a outros braços
Me entregar

MARGOT CARVALHO