Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

IMAGINO O QUE PODERIA SER


O sol adentrando pela janela a nos saudar
E nos teus braços,
Amparada...
Nenhum medo do novo dia
A enfrentar

Imagino o doce sabor de teus beijos
Percorrendo meu corpo
Que, nas noites frias vem aquecer
Assim nas minhas noites vazias
Encontro você...

Na solidão, não quer me deixar
E é dessa maneira que,
Todos os dias, entra em meus sonhos
A me acompanhar

Sinto tua presença viva...
Teus braços fortes, envolvendo meu corpo carente...
Navego nos sonhos da noite, entre estrelas ofuscantes
Que Tentam nos despertar
Nos envolvem entre as nuvens a nos camuflar

Sempre acolhedoras, oferecem seu manto
Para nos abrigar
E nesse momento me sinto tão completa
Sob a luz de teu olhar
Espelhos que deslumbram meu ser
Cheios de amor
A me proteger...

E quando o dia amanhece já traz a promessa
De um novo adormecer...
Comprometidos numa conspiração
De amor...
A sincronia perfeita
De que preciso
Para não cair na realidade...
Que ronda meu ser

Margot Carvalho