Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

O PORTEIRO PREGUIÇOSO

O ponteiro preguiçoso
Segue sem pressa
É sábado , fim de semana
Não vou trabalhar
A gota do tempo vagaroso
Busca o minuto, o segundo...
E eu a esperar
A saudade é intensa
Chega a me sufocar

Tic, tac, tic , tac
Meu coração pulsa
No mesmo compasso
Tic, tac, tic... tac... tic.. tac...
Não vejo a hora de você chegar

Quanto tempo busco teu sorriso
No retrato na parede
Sempre a me espreitar

E o tempo no seu tic , tac, tic... tac...
É meu prisioneiro...
No relógio da vida , há muito tempo
A me sufocar

No mesmo compasso a saudade aumenta
O tempo não tem pressa...
Sinais de muito esperar

Margot Carvalho