Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

NÃO SEI...


Não sei de onde tirei minhas conclusões:
Fui amada totalmente, nunca fui enganada vulgarmente
Desilusões? Jamais!

Não sei de onde...
Conheci o amor de verdade
O que sempre para mim, lealdade
Jamais sofri por maldade

Não sei de onde...
Minha tristeza brotou
E em meus olhos escondidos
Sufocou... desiludido
Aumentou os desencantos
Em mim

Não sei de onde...
Me deixei abater
Tentando meus sentimentos,
Esconder
O que havia de mais sublime em mim

Também, não sei de onde...
Tirei forças para poder continuar
Ainda continuo a me perguntar...
Não sei de onde!

Margot Carvalho