Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

PRIMAVERA


Formas definidas, desvairadas, não programadas
Corriam apaziguadas
Levadas pela luz calma, mágica e serena

Primavera...

Universal, irradiação dimensional
O sol a resplandecer
Crepúsculo interior das emoções
A renascer


E a poesia...? A poesia por toda a parte
se expandia!

Pura poesia, na poesia do momento
Involuntária a razão a nova estação renascia
A poesia, pelos campos se expandia
Plena energia

Primavera

Diante de tamanha grandeza
Meus olhos fatigados refletiam a esperança

Poesia, o uivar do vento no silêncio
Deixavam-se levar a todo lugar
E em cada flor se escondia

Esplendor real sob o domínio total
Da mãe natureza

Margot Carvalho