Trajetória :: Livros :: Galerias :: Fotos :: Poemas :: Crônicas :: Pensamentos :: Links :: Contato

 

Brigitte Bardot

Nossa, nem acreditava! Passar uma semana inteirinha em Búzios!

Seu trabalho não lhe dava tempo para o lazer.

Comprou uma mala enorme, porque passar uma semana em Búzios seria por demais fascinante!

A praia famosa por onde sua musa, Brigitte Bardot, passou e, encantada pela beleza do lugar, imortalizou-o como o paraíso brasileiro. Não se esqueceria do retrato ao lado da estátua da famosa estrela!

Belas mulheres com seus minúsculos trajes de banho a desfilar pela areia... E sonhava, sonhava...

Teria que arrumar a bagagem. Olhava suas roupas surradas, nenhuma delas serviria para suas aventuras.

O dia se aproximava e ainda não comprara seu traje praiano. Também, com tantas lojas, não seria difícil fazê-lo.

Sem carro, pediu ao amigo que lhe fizera o convite para levá-lo ao shopping.

O outro avisou logo que estava com muita pressa e que não demorasse!

Escolheu o que havia de melhor: bermudas, camisas, sungas. Uma pilha enorme. Pediu que a moça embrulhasse tudo.

A loja enchia e as pessoas detinham o olhar sobre ele, que não entendia o porquê. Nunca se ligava em fatos, desviando os pensamentos para outras coisas mais importantes.

As mulheres que conquistaria não lhe saíam da cabeça. Com aquelas roupas super modernas e transadas, poucas resistiriam. Era bem gostosão, fazia sucesso com o sexo feminino e já sonhava com suas conquistas.

Queria beijar muito!

A moça da loja fez o embrulho, a cobrança e, muito sem graça, perguntou:

–Mas o senhor tem certeza que vai assim desse jeito?

E ele contava nos dedos: camisas... bermudas... sungas ... É, não tinha esquecido nada.

A vendedora, perplexa, olhou para ele e, sem jeito, perguntou novamente:

–O senhor tem certeza de que não se esqueceu de nada?

E ele novamente fazia a mesma averiguação:

– Camisas... bermudas ... sungas ... Ah! Esqueci uma coisa: meia dúzia de bonés bem transados. Vou pegar muito sol.

A moça insistia:

–Vai sair da loja desse jeito?

até o vestiário e voltou com suas roupas e sapatos nas mãos.

Aprendera a não magoar de forma alguma o freguês. Freguês estava sempre certo. Qualquer falha que fosse não lhe seria perdoada de jeito nenhum.

Surpreso com suas roupas nas mãos da vendedora, ficou alarmado.

Olhou para si mesmo e viu que estava em plena loja apenas vestido de meias e cueca.

Margot Carvalho